Agentes de saúde reclamam de atraso e redução de gratificação

Os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes de Combate às Endemias (ACE) da Capital tem cobrado o pagamento do 14° salário referente à Lei 12.994/2014, que deveria ter sido pago até o dia 14 de fevereiro. O salário é uma gratificação enviada pelo Ministério da Saúde para compensar os profissionais quando estes atingem as metas de visitas domiciliares estabelecidas.

O Governo Federal repassa 95% (noventa e cinco por cento) do piso salarial dos agentes, que é de R$ 1.014,00 aos estados que posteriormente repassam aos municípios. A assistência financeira complementar é paga mensalmente em 12 (doze) parcelas e 1 (uma) parcela adicional no último trimestre, que é o 14º salário.

Uma agente comunitária de saúde que não quis se identificar, disse que a Prefeitura está atrasada com o pagamento. “A Prefeitura de Campo Grande já deveria ter pago o 14º salário. Liguei lá hoje e falaram que nem previsão”, disse.

A agente comunitária ainda se diz revoltada com o tratamento que os Agentes Comunitários de Saúde tem recebido. “Esse repasse é feito para os Agentes Comunitários de Saúde, porém o valor foi rateado com os ASP (Agentes de Saúde Pública) que fizeram uma manifestação e conseguiram tirar parte de nosso benefício em prol desta nova categoria criada pela Prefeitura de Campo Grande. O valor deveria ser integral nosso.”, reclamou.

A folha de pagamento da Prefeitura se justificou dizendo que houve um pequeno problema no processamento da folha por isso o atraso. Disse que o pagamento deve acontecer até quarta-feira (07).

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*